A Ponta do Iceberg's Blog

Como você faz a diferença?

A Ponta do Iceberg maio 1, 2010

Filed under: Sem categoria — apontadoiceberg @ 2:08 pm

“A Ponta do Iceberg” visa reunir o maior número de informações possíveis pertinentes à questão da minimização dos resíduos sólidos no nosso dia-a-dia, trazendo nóticias e conhecimento de tudo que é produzido e publicado em diversas fontes.

Atenção!!!

Para as pessoas que precisam descartar seus móveis e objetos de grande porte e não sabem onde levar,  a Prefeitura de São Paulo oferece o “Cata-Bagulho” – serviço de orientação e de retirada de materiais passíveis de reciclagem” através do agendamento pelo telefone:  11-3666-0849

Deixe seus comentários ou  informações sobre  o que acontece na sua cidade/bairro para contribuirmos com a troca de conhecimento e aumentarmos assim a conscientização ecológica!!!

 

Casa da Cidade abrigará curso de “Educação para a sustentabilidade” agosto 15, 2015

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 1:05 pm
Tags:

O Instituto Casa da Cidade abrigará no segundo semestre de 2015 o curso de “Educação para a Sustentabilidade”. As aulas serão realizadas às quartas-feiras, das 19h às 22h, com início em 26 de agosto. Também haverá aulas de campo em dois sábados (veja abaixo o calendário).

“O curso de Educação para a Sustentabilidade, promovido pelo 5 Elementos em parceria com o Reconectta, pode ajudar os participantes a despertarem para a importância de mudança de hábitos de consumo e descarte, além de dar-lhes suporte na elaboração de projetos em educação ambiental e sustentabilidade. Além disso, contribuirá para manter a Casa sempre ativa”, afirma Edilson Mineiro, coordenador do Instituto Casa da Cidade.

A Casa da Cidade busca realizar atividades constantes, que visem a contribuir com a formação e formulação críticas sobre políticas públicas, com ênfase na questão urbana, meio ambiente, economia solidária, política e atividades culturais e participação popular.

“Realizamos nossas próprias atividades, mas estamos abertos aos cidadãos e outras entidades que queiram utilizar nossos espaços para promover debates, conferências, cursos e eventos culturais que tenham os mesmos objetivos que os nossos. Nosso objetivo é proporcionar formação e a atuação cidadã consciente”, explica o coordenador da Casa da Cidade.

Mais informações podem ser obtidas no site do Instituto 5 Elementos, ou pelo e-mail comunicacao@5elementos.org.br.

CURSO DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

Quartas-feiras: 26/08; 2, 9, 16 e 30/09; 7, 14 e 21/10; e 4, 11, 18 e 25/11, das 19h às 22h

Sábados: 12/09 (no Jardim Botânico) e 31/10 (na EMEI Dona Leopoldina), das 9h às 14h.

Local: Casa da Cidade

Rua Rodesia, 398 – Vila Madalena (próximo ao metrô Vila Madalena)

São Paulo, SP

 

Está no ar site do sistema de gestão de resíduos na construção civil em São Paulo dezembro 18, 2014

Filed under: Reciclagem Consciente — apontadoiceberg @ 1:04 pm

Ferramenta instituída pela Cetesb e SindusCon-SP facilita o gerenciamento de resíduos sólidos desde a geração até a destinação final

Kelly Amorim, do Portal PINIweb

17/Dezembro/2014
Marcelo Scandaroli

Já está disponível para acesso o site do Módulo Construção Civil do Sistema Estadual de Gerenciamento On-line de Resíduos Sólidos (Sigor), instituído pela Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo em parceria com a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) e o Sindicato da Indústria da Construção (SindusCon-SP).

A cerimônia de lançamento da ferramenta, que objetiva agilizar e desburocratizar os procedimentos de gerenciamento das informações relativas aos fluxos de resíduos sólidos desde a geração até a destinação final, passando pelo transporte e destinações intermediárias, foi realizada na última sexta-feira (12) na Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

O SindusCon-SP também disponibilizou a apresentação do projeto, que reúne informações sobre os materiais contemplados, os usuários do programa e os dados para elaboração dos Planos de Gerenciamento de Resíduos (PGR) por parte dos geradores e a emissão dos documentos que acompanham os resíduos transportados chamados de Controle de Transporte de Resíduos (CTR).

A previsão é de que, no próximo ano, o Sigor seja implantado nas cidades de Santos, onde já opera um sistema piloto, Campinas, Sorocaba, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Bauru, São José dos Campos, Ribeirão Preto e Santo André. O sistema envolve, além dos órgãos estaduais, os municípios, os geradores, os transportadores e as áreas de destino de resíduos.

 

Para acessar o Sigor, clique aqui.

 

Fonte: http://construcaomercado.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/gestao/esta-no-ar-site-do-sistema-de-gestao-de-residuos-335297-1.aspx

 

Saiba onde descartar seu lixo eletrônico em São Paulo dezembro 10, 2014

Filed under: Reciclagem Consciente — apontadoiceberg @ 1:00 am
09 de Dezembro de 2014
Os eletrônicos não podem ser destinados ao lixo comum.

Os eletrônicos não podem ser destinados ao lixo comum.

É comum realizar uma grande faxina no final de ano para começar o ano seguinte “mais leve” e com menos entulho. Na hora de limpar as gavetas, armários e jogar fora o que não se usa mais podem surgir algumas dúvidas sobre onde descartar certos tipos de materiais. Os eletrônicos, por exemplo, não podem ser destinados ao lixo comum.

Em casos assim, a melhor opção é procurar pontos de descarte de lixo eletrônico, evitando que esses objetos prejudiquem o meio ambiente. Para quem mora em São Paulo, uma alternativa é ir até um dos pontos da Coopermiti, cooperativa especializada na reciclagem de e-lixo, fazer o descarte ou agendar a retirada – no caso de grandes quantidades.

Para quem tem dúvidas sobre os equipamentos que podem ser descartados para reciclagem esses são alguns exemplos: computador, mouse, teclado, notebook, placa mãe, placa controladora, processador, memória, periféricos de informática, impressora, roteador, hub, switch, modem, celular, nobreak, fios, cabos, aparelhos de som, eletro portáteis, cafeteira, batedeira, enfim todo equipamento que utiliza energia elétrica.

Tá cheio de equipamentos eletrônicos em casa e não sabe o que fazer com eles? Confira abaixo os pontos de entrega voluntária:

Coopermiti – (11) 3666-0849

Rua Dr. Sergio Meira, 268 – Barra Funda – São Paulo – CEP: 01153-010

CEU FORMOSA – (11) 2216-4622

Rua Sargento Claudiner Evaristo Dias, 10 – Parque Santo Antônio – CEP: 03385-150

Continental Shopping – 4040-4981 / 2666-3830 (pequenos objetos)

Av. Leão Machado, 100 – Jaguaré – CEP: 05328-020

ETEC – Gildo Marçal Bezerra Brandão – Perus

(11) 3917-8751 / 8263 – Rua Presidente Vargas, s/nº – Vila Caiuba – Perus – CEP: 05207-000

ETEC Pinheiros – APM – Associação de Pais e Mestres da Escola Técnica Estadual Guaracy Silveira – (11) 3813-3986

Rua Ferreira de Araújo, 527 – Pinheiros – CEP: 05428-001

ETEC Vila Formosa – (11) 2211-6485

Rua Bactória, 38 – Jardim Vila Formosa – CEP: 03472-100

Paço Cultural Julio Guerra – (11) 5523-6455

Praça Floriano Peixoto, 131 – Santo Amaro – CEP: 04751-030

Parque Luis Carlos Prestes – (11) 3721-4965

Rua João Della Manna, 665 – Butantã – CEP: 05535-010

Parque da Previdência – (11) 3721-8951

Rua Pedro Peccinini, 88 – Jardim Previdência – CEP: 05532-030

Parque Alfredo Volpi – (11) 3031-7052

Rua Engenheiro Oscar Americano, 480 – Morumbi – CEP: 05673-050

Santana Parque Shopping – (11) 2238-3002 (pequenos objetos)

Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2.780 – Santana – CEP: 02430-001

Para mais informações ou agendamento para retiradas de grandes quantidades de e-lixo, acesse aqui.

 

Fonte: http://ciclovivo.com.br/noticia/saiba-onde-descartar-seu-lixo-eletronico

 

Pote de iogurte é reciclado? dezembro 8, 2014

Filed under: Reciclagem Consciente — apontadoiceberg @ 5:18 pm

Afonso Capelas Jr. – 03/12/2014 às 12:21

IOGURTE_OK_3Potinhos plásticos de iogurte que jogo fora junto com o lixo seco podem ser selecionados para reciclagem ou acabam descartados pelos separadores na cooperativa de reciclagem? Thyago Zucoloto Afonso, Vila Velha, ES.

Thyago, os recipientes de iogurtes e outras bebidas lácteas, em geral, são aproveitados pelos catadores e separadores de resíduos. Por isso é importante juntá-los com os outros rejeitos recicláveis, como você já tem feito.

Em primeiro lugar vamos às informações técnicas do especialista em resíduos sólidos Sandro Donnini Mancini, professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Sorocaba. Ele informa que a maioria dessas embalagens é feita de um plástico conhecido como poliestireno de alto impacto, ou HIPS. “É o mesmo material utilizado na fabricação de copinhos de café daqueles mais quebradiços e em boa parte das carcaças de eletroeletrônicos, em geral os de cores preta ou cinza”.

O professor Donnini – que costuma percorrer com frequência cooperativas de triagem de resíduos e empresas recicladoras – sabe que os catadores não têm dificuldades em vender esses potinhos plásticos. “Na verdade é muito comum ocorrer a separação de plásticos mistos. Os potinhos vão junto nessa leva e são separados posteriormente”, relata.

Vale lembrar, no entanto, que é preciso retirar os excessos de alimentos das embalagens de bebidas lácteas antes de colocá-las nos sacos de lixo seco. Essa medida evita o mau cheiro e afasta os insetos e roedores.

Para tanto não é necessário gastar água potável. Existem alguns macetes para limpar os potinhos sem desperdiçar a água limpa, tão escassa nestes dias de seca.

Reproduzo, abaixo,  dicas espertas sobre como limpar embalagens sem gasto de água. Elas foram deixadas por muitos leitores do Sustentável na prática em seus comentários ao post Embalagens: lavar ou não lavar, publicado em fevereiro deste ano:

–  Tirar o excesso de restos de alimentos com o guardanapo de papel usado antes de descartar as embalagens;

– Colocar um mínimo de água nas embalagens de leite ou iogurte, chacoalhar um pouco e despejar o conteúdo nos vasos de plantas;

– Juntar embalagens, colocá-las dentro do tanque e despejar a água já utilizada na máquina de lavar roupas;

– Durante a lavagem da louça tampar a pia da cozinha e mergulhar as embalagens para retirar os restos de alimentos com a água do enxágüe;

– Lavar as embalagens com a água do cozimento de legumes;

– Colocar bacias debaixo das calhas para captar água da chuva e com ela retirar o excesso de resíduos das embalagens.

Simples assim…

Leia também

Embalagens: lavar ou não lavar?

Imagem – Creative Commons

Tem alguma dúvida sobre sustentabilidade no seu dia a dia? Então faça sua pergunta. Envie seu e-mail para pergunteaoafonso@gmail.com. Sua dúvida será respondida aqui no blog Sustentável na prática.

 

Fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/sustentavel-na-pratica/pote-de-iogurte-e-reciclado/?utm_source=redesabril_psustentavel&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_psustentavel_sustentavelnapratica

 

 

Faber-Castell coleta e reutiliza mais de 65 mil materiais escolares junho 25, 2014

Filed under: Sustentabilidade — apontadoiceberg @ 6:01 pm
25 de Junho de 2014 • Atualizado às 08h00

 A ação faz parte da Brigada de Instrumentos de Escrita da Faber-Castell.

A ação faz parte da Brigada de Instrumentos de Escrita da Faber-Castell.

Preocupada com a destinação correta dos resíduos de instrumentos de escrita, a Faber-Castell, em parceria com a TerraCycle, acaba de promover pelo segundo ano consecutivo a ação “Faxina nos Armários” – um projeto que colabora com a redução de lixo através da reciclagem.

Com o programa, estudantes de todo o Brasil podem enviar seu material escolar de qualquer marca, gratuitamente, para reciclagem. O “Faxina nos Armários” faz parte da Brigada de Instrumentos de Escrita Faber-Castell, onde todo o material coletado é transformado em matéria-prima novamente e vendida para fornecedores diversos – não somente de materiais de escrita. Essa matéria-prima é introduzida na cadeia produtiva novamente e pode ser transformada em produtos variados, como por exemplo, uma lixeira. A TerraCycle transforma resíduos difíceis de reciclar em uma grande variedade de produtos de consumo. Estes novos produtos desviam os resíduos de aterros e contribuem para um mundo mais limpo.

Participar é fácil: basta algum responsável pela escola cadastrá-la na Brigada de Instrumentos de Escrita Faber-Castell no site da TerraCycle. Os alunos e professores devem juntar os materiais de escrita para serem descartados e levá-los para as suas escolas. Podem ser enviados todos os instrumentos de escrita tais como lápis, lápis de cor, lapiseiras, canetas, canetinhas, borrachas, apontadores, destaca texto, marcadores permanentes e marcadores para quadro branco, de qualquer marca, que não funcionam mais ou estejam quebrados. Entre os diversos prêmios estão 55 mil pontos bônus que podem ser revertidos em doações (cada ponto equivale a R$ 0, 01) para uma escola ou fundação sem fins lucrativos.

O programa também é estendido a empresas e organizações com interesse em enviar materiais para reciclagem. Além de colaborar com a redução de lixo por meio da reciclagem, o participante dos times de coleta da Brigada de Instrumentos de Escrita Faber-Castell junta pontos, que são convertidos em uma doação em dinheiro para as próprias escolas ou entidades sem fins lucrativos escolhidas pelos times.

O Colégio Cenecista Pedro Antônio Fayal, de Itajaí (SC), foi o grande vencedor desta segunda edição, com a coleta de 65.922 unidades – um resultado 85% maior em relação ao mesmo período do ano passado.

Qualquer pessoa pode montar um time de coleta de instrumentos de escrita para serem reciclados. Basta se cadastrar gratuitamente no site da TerraCycle, juntar os produtos e enviar sem custo pelo correio. Quem se cadastra pode formar um time de coleta com outras pessoas em casa, na empresa, na escola ou mesmo um grupo de amigos. Para cada 12g de resíduos (o que equivale ao peso de um lápis ou uma caneta), são doados R$ 0,02 para uma escola ou organização sem fins lucrativos, escolhida pelo próprio time de coleta.

Além do programa gratuito, as brigadas são uma excelente oportunidade para arrecadar fundos para as escolas, incentivar a coleta de resíduos, e é uma maneira eficaz de inserir a educação ambiental na sala de aula. No site www.terracycle.com.br e nas redes sociais, os professores podem encontrar o passo a passo de objetos feitos a partir daquilo que viraria lixo.

 

Dispositivo reduz até 35% do consumo de energia elétrica

Filed under: Sustentabilidade — apontadoiceberg @ 5:57 pm
27 de Maio de 2014 • Atualizado às 14h14
O aparelho é indicado para geladeiras, freezers, bombas de piscinas e de hidromassagem.

O aparelho é indicado para geladeiras, freezers, bombas de piscinas e de hidromassagem.

A cada dia as pessoas ficam mais dependentes da energia elétrica e dos milhares de aparelhos que dela dependem para funcionar, mas esquecem de calcular os prejuízos que o uso desenfreado da tecnologia causa tanto para o bolso quanto para o meio ambiente.

Algumas atitudes, como apagar a luz quando não estiver no cômodo, escolher eletrodomésticos de baixo consumo energético para aquisição e tirar da tomada os aparelhos que não estiverem em uso, minimizam os impactos negativos do consumo de energia. A empresa On Eletrônicos apresenta mais uma solução para a economia de energia, o aparelho economizador inteligente Economicus.

Trata-se de um pequeno dispositivo capaz de economizar até 35% do consumo de energia. Isso acontece porque ele funciona como um dosador que fornece somente a carga necessária para o funcionamento do aparelho, evitando desperdícios.

Além da economia, proporciona uma série de vantagens ao consumidor: torna a partida do motor mais suave, reduz a temperatura, a vibração e o ruído, o que aumenta a vida útil dos equipamentos.

Para fazê-lo funcionar, basta ligá-lo ao aparelho e, em seguida, na tomada. O aparelho é indicado para geladeiras, freezers, bombas de piscinas e de hidromassagem.

O equipamento já está sendo comercializado no Brasil e custa cerca de R$ 90,00.

 

Fonte: http://ciclovivo.com.br/noticia/dispositivo-reduz-ate-35-do-consumo-de-energia-eletrica

 

 

Plástico reciclado vira tijolo março 11, 2014

Filed under: Arquitetura Sustentável — apontadoiceberg @ 4:21 pm
E se a construção de sua própria casa fosse tão fácil brincar?
Ecomat são blocos de construção de porte industrial, 100% reciclados. Esses tijolos coloridos para entrelaçar são leves, resistentes e podem ser usados para construir praticamente qualquer estrutura que você pensar.
Cada tijolo tem 33 centímetros de comprimento por 25 de altura. Para montar uma casa, basta ir encaixando um no outro. Como são leves e dispensam materiais como vigas de metal e cimento, os tijolos exigem menos transporte e processos industriais – o que alivia a emissão de poluentes no ambiente. Os fabricantes garantem que os tijolos oferecem isolamento térmico e acústico. E até proteção contra terremotos.
Veja o vídeo no qual Danny Smile Wahab, diretor criativo da Ecomat, é entrevistado pelo Livegreenblog, falando sobre as propriedades desta aplicação inovadora.