A Ponta do Iceberg's Blog

Como você faz a diferença?

Casa da Cidade abrigará curso de “Educação para a sustentabilidade” agosto 15, 2015

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 1:05 pm
Tags:

O Instituto Casa da Cidade abrigará no segundo semestre de 2015 o curso de “Educação para a Sustentabilidade”. As aulas serão realizadas às quartas-feiras, das 19h às 22h, com início em 26 de agosto. Também haverá aulas de campo em dois sábados (veja abaixo o calendário).

“O curso de Educação para a Sustentabilidade, promovido pelo 5 Elementos em parceria com o Reconectta, pode ajudar os participantes a despertarem para a importância de mudança de hábitos de consumo e descarte, além de dar-lhes suporte na elaboração de projetos em educação ambiental e sustentabilidade. Além disso, contribuirá para manter a Casa sempre ativa”, afirma Edilson Mineiro, coordenador do Instituto Casa da Cidade.

A Casa da Cidade busca realizar atividades constantes, que visem a contribuir com a formação e formulação críticas sobre políticas públicas, com ênfase na questão urbana, meio ambiente, economia solidária, política e atividades culturais e participação popular.

“Realizamos nossas próprias atividades, mas estamos abertos aos cidadãos e outras entidades que queiram utilizar nossos espaços para promover debates, conferências, cursos e eventos culturais que tenham os mesmos objetivos que os nossos. Nosso objetivo é proporcionar formação e a atuação cidadã consciente”, explica o coordenador da Casa da Cidade.

Mais informações podem ser obtidas no site do Instituto 5 Elementos, ou pelo e-mail comunicacao@5elementos.org.br.

CURSO DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

Quartas-feiras: 26/08; 2, 9, 16 e 30/09; 7, 14 e 21/10; e 4, 11, 18 e 25/11, das 19h às 22h

Sábados: 12/09 (no Jardim Botânico) e 31/10 (na EMEI Dona Leopoldina), das 9h às 14h.

Local: Casa da Cidade

Rua Rodesia, 398 – Vila Madalena (próximo ao metrô Vila Madalena)

São Paulo, SP

 

DICAS PARA RECICLAR CERTO janeiro 13, 2014

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 3:38 pm

coleta seletiva 1-3 coleta seletiva 1-4

coleta seletiva 2-2 jeito certo

Fonte: www.worldclean.com.br

 

CONSUMO CONSCIENTE e AÇÕES DAS EMPRESAS SUSTENTÁVEIS janeiro 12, 2014

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 6:41 pm

5 RS

 

sustentabilidade de empresas

Fonte: https://www.facebook.com/aSustentabilidade

 

CAMPANHA PELA LEI DO DESMATAMENTO ZERO maio 31, 2013

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 2:00 pm

Seja um herói das florestas

Décadas atrás, a Amazônia era uma paisagem plena de fartura e beleza. Aos poucos, ela foi sendo invadida por personagens que a transformaram radicalmente. Avançaram sobre a floresta o gado e a soja, os maiores vetores de devastação na região. Atividades muitas vezes ilegais, elas trouxeram a reboque mazelas como o trabalho escravo, a invasão de Terras Indígenas e a exploração madeireira.

Os grandes proprietários de terras que comandam o agronegócio usaram seu poder e conseguiram desfigurar o que resta das leis ambientais brasileiras. Não satisfeitos, eles ainda querem mais retrocesso. O governo, por sua vez, quer reduzir a Amazônia a um canteiro de obras para seus grandes empreendimentos, que passam por cima da floresta e dos povos tradicionais que as habitam.

É um cenário desolador. Mas a gente ainda pode reescrever essa história. Em parceria com outras organizações, o Greenpeace lançou um projeto de lei de iniciativa popular para acabar com a destruição de nossas florestas. Preservar as matas nativas é caminhar para um desenvolvimento verde e sustentável. A lei do desmatamento zero é o primeiro passo para o Brasil do futuro.

Essas não são apenas fases de um jogo, são fatos de uma dura realidade que pode virar permanente se não fizermos nada para mudá-la. Proteger as florestas é mais do que uma responsabilidade dos brasileiros – é um direito. Para engrossar esse coro, a Liga das Florestas precisa de mais heróis. Entre na disputa e ajude a salvar o que o nosso país tem de mais precioso.

Ao assinar a petição no site, compartilhar e estimular seus amigos a fazerem o mesmo, você acumula pontos, ajuda a proteger nossa herança florestal e ainda ganha recompensas. Brincando, a gente exercita a cidadania e aprende um pouco mais sobre a maior riqueza do nosso país. Participe!

 

http://ligadasflorestas.com.br

 

Olhares direcionados ao meio ambiente junho 27, 2011

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 7:05 pm

Príncipe Charles escreve livro sobre sustentabilidade em parceria com ambientalistas. Canais de televisão, como o Discovery Chanel, exibe a série Planeta Humano, documentando o momento evolutivo do homem e suas formas de sobrevivência. São Paulo tem em sua grade de programação a Virada Sustentável. Mas e a sociedade, também tem registrado em sua agenda um compromisso ambiental?

A um ano da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (RIO+20), algumas pessoas não sabem o que ela significa, ou até mesmo que ela exista. Questionadas 23 pessoas na Praça da República, em São Paulo, no dia 09 de maio, 7 delas sabiam de sua existência, 3 sabiam seu propósito e 13 não sabiam nem o que significa RIO+20.

A conferência visa à renovação e o engajamento dos líderes mundiais com olhar sob o desenvolvimento sustentável do planeta. O encontro será realizado no Rio de Janeiro em 2012 e serão abordados diversos temas, entre eles a contribuição da economia verde para o desenvolvimento sustentável, a eliminação da pobreza com foco sobre a questão da estrutura de governança internacional na área do desenvolvimento sustentável, os resultados da prática da Agenda 21.

A exemplo dela tiveram outras, como por exemplo a ECO-92, também no Rio de Janeiro, a Conferência de 1972 na Suécia, o encontro de 2002 na África do Sul, e a Conferência de Nagoya, no Japão.

Algumas diretrizes são aplicadas nestes encontros, como por exemplo, o Protocolo de Quioto que visa a redução de gases que causam o efeito estufa e a Agenda 21 que busca uma reflexão diante do desenvolvimento sustentável.

Para o professor José Pedro de Oliveira Costa, pesquisador da Universidade de São Paulo, que participou da Conferência de Nagoya, no Japão, decisões estabelecidas no encontro vão depender do desenvolvimento de novas tecnologias, controle e redução da população humana e compensações ambientais.

De acordo com o Itamaraty o setor florestal no Brasil é responsável também pela geração de emprego. É responsável por cerca de 3,5% do PIB, 8,4% das exportações e pela geração de 6,5 milhões de empregos diretos e indiretos. A exploração de recursos naturais encontra-se amparada por dispositivos previstos na Constituição Federal, no Código Florestal, na Lei de Crimes Ambientais, na Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação e na nova Lei de Gestão de Florestas Públicas de 2006.

Mas para o pesquisador, um dos princípios do equilíbrio sustentável é a preservação. “É necessário para a nossa sobrevivência na terra que 1/3 das áreas sejam designadas para proteção integral, 1/3 para áreas de uso sustentável e o restante para uso extensivo”.

Só a consciência e o conhecimento destas atitudes não bastam. Para o professor, isto tudo tem que sair do papel. “Para a proteção integral de nossa biodiversidade, ou até mesmo de nossas florestas, será preciso criar muitas áreas protegidas e manter em boas condições aquelas de visitação pública”, completa Costa.

Biodiversidade, fatores climáticos, gases poluentes, desequilíbrios ambientais, todos estes assuntos estão e estarão em pauta nestas conferências caminhando paralelamente ao desenvolvimento sustentável. “Na Amazônia, por exemplo, é preferível que aquelas populações utilizem as terras com consciência, com agricultura e não desmatamento para grandes plantações de soja ou criação de gado”, completa o pesquisador.

 

Luana Copini*

 

Planeta no Parque 2011 janeiro 20, 2011

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 4:22 pm

 

Cartilha ensina crianças a reciclar e preservar o meio ambiente

Filed under: Educação Ambiental — apontadoiceberg @ 3:45 pm

Você sabe o que fazer com a lata de refrigerante vazia? Junto com uma caixa de suco, cartolina e cola é possível montar um trator para a criançada. Esta e outras dicas sobre reciclagem estão publicadas na cartilha Nós, as Embalagens e o Meio Ambiente, lançada pelo Instituto de Embalagens em parceria com o Ministério do Meio Ambiente.

Foram impressas 30 mil cartilhas. Elas serão distribuídas para escolas públicas e particulares do Brasil, para os professores trabalharem os temas da reciclagem e do consumo consciente com crianças de oito a 10 anos. O material também será vendido em lojas e no site do instituto por R$32,90. Salas Verdes também vão receber a publicação.

Com linguagem simples e didática, a cartilha mostrar às crianças a importância da reciclagem e do consumo consciente. Sofia e Pedro são os dois personagens que levam o leitor a uma viagem para descobrir como são feitas as embalagens, sua importância e sua relação com o meio ambiente. As crianças aprendem, também, como as embalagens podem ser reaproveitadas e recicladas.

A expectativa é que o livreto alcance 300 mil crianças. Ele foi impresso em material reciclável e reciclado, impermeável e de alta resistência. Assim, cada criança que tiver acesso à cartilha poderá repassá-la a outra pessoa.

Caderno de atividades – Junto com a cartilha vem um caderno de atividades. Nele, a criança brinca de caça-palavras, labirinto, ligue os pontos e de colorir, sempre com atividades relacionadas ao consumo consciente e à reciclagem. O caderno de atividades dá instruções para montar uma casinha, fazer um jogo de damas, um vaso de plantas e até um kit de escritório com materiais reciclados.

O projeto foi conduzido pelo Instituto de Embalagens, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente e os colégios Pentágono, de São Paulo, e Ônis, de Santos, que deram apoio pedagógico e contribuíram para adequar a linguagem e as atividades à faixa etária de 8 a 10 anos.

http://www.silcon.com.br/2011/01/10/cartilha-ensina-criancas-a-reciclar-e-preservar-o-meio-ambiente/